Celebramos em rede o Dia do Património

15 de Novembro de 2017

dia patrimonio 2017

A Gentalha do Pichel é uma das arredor de 30 entidades da Rede do Patrimonio Cultural que fará alguma atividade para celebrar o Dia do Património.

III Conversas sobre a gestom cultural. Quarta-feira 15 de novembro, 19h00 no CSA do Sar, com:
- Asociación Cultural Ferrolterra Antiga
- Apresentaçom do polidíptico sobre o Megalitismo em Compostela (comissom de História)
https://www.facebook.com/events/2132906536821066/

Roteiro polo património megalítico de Compostela. Quinta-feira 16 de novembro, 17h00 Sairemos da Gentalha mas é preciso carro. O caminho é singelo, mas vai estar molhado e com lama
https://www.facebook.com/events/570230326647379/

Fred and The Perrys e Os Novos

13 de Novembro de 2017

fred

Noite de Punk e OI! O vindouro sábado 18 de novembro no Pichel!!!!. Nom, nom estamos no Londres da Thatcher nem no Nova Iorque de Reagan ainda que isto cada dia se pareça mais com aquilo, mas os sábados sempre ham ser sábados, e o vindouro sábado 18 nom é um sábado qualquer, o punk galego volve dar guerra em Compostela. Por um lado temos a OS NOVOS, esta veterana banda compostelana com gente que passou por bandas míticas como os Dirty Barriguitas, Samesugas, Royalties, Redullos ou Madame Germen, depois do seu assalto acústico tornam a eletrificar o seu original e pessoal punk 100% DIY que nom te ha deixar indiferente e umha cousa que sentimos que falta nestes tempos… Atitude!!!!
Polo outro, temos aos oisters FRED AND THE PERRYS, apresentando por fim o seu novo disco “NON HABERÁ PERDÓN”, editado há uns meses e mui celebrado dentro na cena punk / Oi!. 7 novos temas que seguem a linha do seu ep debute, força, melodia e muita carragem. Descarga de OI! Em galego para gente coma ti.

Já sabes, sábado 21 tens umha cita ineludível no CS. O Pichel (Rua Santa Clara 21, Compostela)
22:15. Estrita pontualidade. Bilhete: 5 euros /4 para soci@s.

III Magusto dos centros sociais

6 de Novembro de 2017

magustoccssChega o III Magusto dos Centros Sociais de Compostela!
Desde as 20h00 estaremos na praça 8 de março com foliada popular, castanhas de balde e ceia.

Palestra “Lei Depredaçom da Galiza”

6 de Novembro de 2017

meio

Festa de outono

30 de Outubro de 2017

outonoNa Gentalha celebramos o Outono com umha festinha! Programa completo e diverso:
- 10h30: saimos por cogumelos com a comissom de meio e depois cozinhamo-los
- 21h00: Paula Carballeira relata-nos os seus contos de Outono
- 22h00: cantamos e dançamos com o grupo de gaitas e percussom da Gentalha
Desde as 20h00 teremos petiscos de Outono e castanhas de balde.
*Esta festa forma parte da Iniciativa de Concertos Expansivos por un Monte Vivo #CExMV. Lera-se um manifesto e teremos umha caixa de resistência durante toda a jornada onde poderás achegar as tuas aportaçons económicas. O recadado irá destinado às pessoas afectadas polos lumes*

Roteiro polos cemitérios de Compostela

30 de Outubro de 2017

roteiro cemi

Jornadas micológicas

28 de Outubro de 2017

cogumelos 17

 

Mais um ano fazemos jornadas micológicas, este ano coorganizadas com o CSA de Sar e como nos últimos anos acompanhad@s por Roi Xurxo. O sábado 4 de novembro, de manhá sairemos apanhar cogumelos e à noite  dentro da festa de outono no Pichel degustaremo-los depois de ter aprendido o fundamental sobre cogumelos e outros fungos nas charlas introdutórias prévias no CSA de Sar.

Teatro do Pichel apresenta “Parábola do êxito”

23 de Outubro de 2017

parábola do éxito

Parábola do éxito. sexta 27, sábado 28 de outubro às 21.30. Domingo 29 às 19.00 no  CS O Pichel

3 euros associadas, 4 euros nom associadas. Reservas no CS O Pichel ou no 636838273

Sinopse:

É possível quantificar o brilho dos olhos? O mais seguro é que já esteja inventada uma máquina para fazê-lo, pois neste nosso mundo tudo parece ter umha classificaçom. Os dez melhores livros, os cem melhores filmes, o melhor da turma, a classe, A, B, C… legal ou ilegal. É desta obsesom por classificar as persoas que saem estas personagens. Gente confinada num edifício de apartamentos, que se dispom a ser observada e classificada em troca de dinheiro. Quanto da sua vida é umha máscara? De que serve esta carreira na que ninguém sai vencedor? Som as perguntas que subjazem e às que nom queremos respostar.

Projeçom do documentário: Porta para o exterior

23 de Outubro de 2017

docuPorta para o exterior foi lançado no passado mês de fevereiro, no dia Internacional da Língua Materna, para dar a conhecer, sem intermediários, quais som as razons das pessoas afirmarem que galego e portugês som variedades do mesmo idioma e quais som as suas propostas de futuro para que os/as falantes da língua ao norte do Minho se empoderem mais ainda, agora que os dados do IGE falam de que apenas 13% das crianças galegas menores de 14 anos tem como língua diária a que tinha sido maioritária em geraçons anteriores.

O documentário foi apresentado com um grande êxito recentemente no Congresso Europeu “New speakers for multilingual Europe” na Faculdade de Letras de Coimbra. Foi projetado no passado Encontro da Cultura Galega em Bruxelas, assi como na Universidade do País Basco e nas diferentes universidades galegas.

Agora, com um percurso de êxito reconhecido será projetado no C.S. O Pichel. Contaremos com a presença das autoras para um posterior colóquio, o que nos permitirá conhecer de primeira mao os pormenores do documentário.

Equipa técnica

Direcçom e roteiro: Sabela Fernández e José Ramom Pichel

Ediçom e montagem: Axóuxere

Voz em off: Sara Mejuto Seoane

A Gentalha contra a lei de depredaçom de Galiza

17 de Outubro de 2017

cartaz lei depredaçom

Perante a aprovaçom por parte do governo autonómico do PP da Lei de Fomento de Implantaçom de Iniciativas Empresariais de Galiza, ou mais corretamente a Lei de Depredaçom da Galiza, a comissom de meio da Gentalha do Pichel quer fazer as seguintes consideraçons:

1.- Entendemos esta Lei como um preocupante ataque nom só estritamente ambiental, mas também económico, por considerarmos a terra e o entorno natural o fundamental meio de vida e subsistência. A modificaçom de leis prévias, até propostas polo próprio PP, pretende favorecer mais a rápida implantaçom de grandes multinacionais do setor eólico, mineiro, acuícola ou forestal, facilitando-lhes o acesso ao solo, rebaixando os controis e requerimentos ambientais, minimizando a capacidade dos concelhos para regular o território municipal e abrindo a via da expropriaçom urgente com mínima capacidade para alegar e ridículas indemnizaçons para as pessoas posuidoras da terra. Na prática, a Conselharia de Indústria terá mais competências que as restantes, nomeadamente que a Conselharia de Meio ambiente e ordenaçom territorial que fica mais que nunca reduzida a um gavinete subordinado e incompetente na sua matéria de gestom. Incide-se assim na conversom do meio numha mera fonte de recursos susceptível de ser esquilmada por umha indústria que gera enormes impatos ambientais e económicos, e condena definitivamente a vida no meio rural.

2.- Denunciamos pois, a irresponsabilidade do governo da Junta por continuar a antepor os interesses do grande Capital frente a defesa ambiental e do meio rural galego e consideramos esta lei mais umha mostra da marcada aposta neoliberal do PP e do seu mais absoluto despreço pola Galiza e o seu entorno natural.

3.- Vinculamos esta atuaçom irresponsável com a recente vaga de lumes que está a assolar o nosso país num flagrante exemplo de terrorismo ambiental e de neglicência no cuidado e gestom do nosso entorno natural. Sem ambiguidades nem maniqueismos, a Galiza está a ser destruída por um modelo socio-económico criminoso e os seus gestores som os culpáveis por este desastre e polo silenciamento informativo com pretensons de normalidade.

4.- Mostramos também a nossa funda preocupaçom com o facto de o projeto de lei ser apresentado aproveitando um contexto político e mediático fortemente monopolizado polo referéndum de Catalunya, conseguindo assim passar desapercebido mediaticamente, afundando na alarmente desinformaçom do povo a respeito das questons que mais nos afetam e evitando a contestaçom social perante umha lei que converte a Galiza num território legalmente indefenso ante a irracionalidade e a irresponsabilidade do sistema capitalista.

5.- Por todo isto, a Gentalha do Pichel é um dos coletivos que conformamos a Plataforma contra a Lei de Predaçom de Galiza, que tem previstas iniciativas para informar ao conjunto da populaçom galega e contestar a um texto legal com enorme trascendência para o nosso país e que afunda nas políticas desencadeantes do desastre ambiental que estamos a padecer. Umha das açons previstas será umha mobilizaçom nacional este domingo 22 de outubro às 12h horas na Alameda de Compostela, à que chamamos ao conjunto da vizinhança compostelá a participar.

NOM À LEI DE PREDAÇOM DA GALIZA

Comissom de Meio da Gentalha do Pichel

Compostela, Outubro de 2017