Posts Tagged ‘ independencia ’

De feiras goyescas e o cuidado do nosso património histórico

20 de Outubro de 2016
Guerrilleiro galego da Independencia, Vicente Díaz González (1912)

Guerrilleiro galego da Independencia, Vicente Díaz González (1912)

Vem de celebrar-se na nossa cidade, os passados 14, 15 e 16 de Outubro, um evento intitulado Mercado Goyesco. La Batalla de Santiago 1809. A actividade, organizada pola associaçom de comerciantes Compostela Monumental, desenvolveu-se na zona velha compostelana e consistiu numha série de actividades de animaçom de rua que acompanhavam o já habitual mercado de suposta temática histórica.

Nom é muito comum que a nossa associaçom emita posicionamentos sobre a actividade de outras entidades. Porém, achamos que neste caso, dada a significaçom do componhente histórico do evento e a sua dimensom pública, era pertinente. Muito mais se valoramos o peso que o aspeto patrimonial tem na nossa cidade.

Lamentamos profundamente que Compostela Monumental apostasse num modelo de festa histórica estereotipado; o mesmo produto que umha empresa de organizaçom de eventos poderia vender em Madrid ou em Valladolid. O suposto componhente histórico reduziu-se à representaçom dumha série de tópicos divulgados pola historiografia espanhola que pouco tenhem a ver coa realidade da Compostela que enfrentou a ocupaçom francesa a começos do XIX. O que poderia ter sido umha magnífica ocasom para difundir umha parte pouco conhecida da história da nossa cidade -com episódios tam interessantes como o do Batalhom de Literários- ficou numha simples mascarada sem identidade própria, na qual se chegárom a exibir apeiros de lavrança rotulados com nomes castelhanos totalmente desconhecidos para o povo santiaguês de 1809.

Queremos deixar claro que a nossa crítica nom tem nada contra o aspecto lúdico deste tipo de eventos. Muito polo contrário, na nossa associaçom defendemos e praticamos um achegamento à nossa história no que o componhente lúdico e festivo tem um papel fundamental. Porém, entendemos que a dimensom lúdica deve acompanhar-se dum exercício de rigor e dumha preocupaçom polos elementos singulares do nosso património histórico, pois a divulgaçom da história local é o que dá sentido e valor a este tipo de celebraçons.

Països Catalans hoje

17 de Julho de 2015

palestrappcc